Topo DVAP2

TERMO DE ADESÃO DO PROJETO SEM FRONTEIRAS

I. BOAS-VINDAS
O MINISTÉRIO APOSTÓLICO DE VOLTA À PALAVRA, doravante designado DVAP, tem a satisfação de receber, neste ambiente virtual, todos os filhos de Deus que desejam, por meio do Projeto Sem Fronteiras, estender a destra da comunhão com todos os santos, por meio da Palavra de Deus e do Espírito Santo. Bem-vindos, pois, ao AMBIENTE VIRTUAL DE COMUNHÃO DO CORPO DE CRISTO.

II. APRESENTAÇÃO
O PROJETO SEM FRONTEIRAS trata-se de uma iniciativa do DVAP, com vistas a viabilizar, pelos meios cibernéticos, a comunhão entre todos os filhos de Deus, que, por motivos geográficos, encontram-se distantes e, por isso, impedidos de desfrutar de todos os dons distribuídos no corpo místico de Cristo.
O que o motiva, neste pioneiro projeto, é a visão bíblica da integralidade do corpo de Cristo e a consciência da necessidade de edificação mútua dos filhos de Deus.
O crescimento demográfico e a sua expansão geográfica inviabilizam que a igreja mística de Cristo, interdenominacional, compartilhe, mutuamente, aquilo que ela tem recebido do seu único cabeça, que é Cristo, por meio dos homens-dons dados à igreja. Diante disso, o DVAP viu excelente oportunidade no uso da Internet, como meio de superação das fronteiras e distâncias, viabilizando a aproximação, posto que virtual, de todos os que amam a Deus e desejam crescer na graça e no conhecimento de nosso Senhor Jesus Cristo.

III. O PROJETO


A. SEM FRONTEIRAS consiste da implementação de ambientes virtuais, por meio de aplicativos como Whatssap, Telegram, onde se possam “reunir” pessoas cujo interesse seja exclusivamente os assuntos relacionados à revelação da Verdade de Deus, contida nas Escrituras Sagradas.

NOTA 1: Visando a melhor logística, haverá inicialmente um ambiente para cada região do Brasil, e um ambiente para o Exterior, podendo aumentar o número grupos de acordo com a necessidade.

NOTA 2: Em razão dos interesses e objetivos do grupo, os quais se limitam à comunhão dos filhos de Deus, com vistas a sua edificação espiritual, não é permitido utilizar-se do ambiente para fins particulares ou banais, tais como: anúncios de compra e/ou venda; pedidos de ofertas (mesmo que com fins de ajuda aos santos); postagens de mensagens ou vídeos que não dizem respeito aos temas debatidos, e coisas do gênero.

B. A comunhão dos santos acontecerá mediante a promoção de fóruns temáticos, em que serão propostos temas bíblicos, com o fim de suscitar o debate sadio e abrir o caminho para o ensino e compartilhamento das verdades de Deus nas Escrituras.

C. Cada grupo será mediado por um moderador, geralmente um pastor, o qual será auxiliado por cooperadores previamente definidos.
D. Todos os participantes do grupo poderão sugestionar temas a serem discutidos, tanto quanto participar livremente dos debates, apresentando seus pontos de vistas com as devidas fundamentações bíblicas.

NOTA 1: Caberá ao Moderador a definição do tema a ser tratado, assim como o início e o fim do debate proposto.

NOTA 2: A autoridade suprema, no sentido de determinar e definir a verdade, são as Escrituras Sagradas. Todos a elas estarão sujeitos, devendo sujeitar-se aos seus ensinamentos.

NOTA 3: Fica vedado o debate fútil, a imposição de opiniões dogmáticas sem as devidas fundamentações escriturísticas e as palavras de ofensas contra participantes do grupo ou ministérios. Para tanto, fica estabelecido o Moderador como aquele que mediará as relações, sujeitando todos os participantes a advertências, e, se necessário, a exclusão coercitiva do grupo.

 

Atenção! Feche essa página e clique em aceitar o termo depois continue o seu cadastro.